A MALDADE HUMANA não tem limites ?

A-máscara-da-infâmia-296x300 Roda-de-despedaçamento

Na actualidade em pleno século XXI, homens e mulheres ainda são torturados: espancamento, privação de sono, asfixia e choques elétricos estão entre os métodos de tortura mais comuns, segundo o relatório anual da Amnistia Internacional. Ao longo da História, outras ferramentas (tão ou mais assustadoras) foram utilizadas para obter informações, impôr medo, castigar ou apenas mostrar poder. Para o psiquiatra Jung, é o torturador que não se resolveu consigo mesmo. “Um homem saudável não tortura os outros. Em geral, é o torturado que se torna o torturador”, afirmou.

Aqui ficam duas das muitas máquinas de tortura utilizadas na Idade Média e que envergonham o HOMEM …o tal racional.

 

A Roda Maldita

De Roda Viva este aparelho não tinha nada! Consistia numa roda na qual o torturado era preso com as costas voltadas para o interior do instrumento. Abaixo da roda, o torturador colocava fogo. A roda, então, era girada. A pessoa assava, aos poucos, como se estivesse em uma churrasqueira, acima da brasa. Em outros casos, o carrasco substituía a brasa por objetos pontiagudos, o que fazia com que, conforme a roda fosse girando, a pessoa fosse sendo mutilada aos poucos.

 

A Máscara da Infamia

Esse instrumento promovia uma caça às mulheres linguarudas. Isso mesmo, quem fosse muito bisbilhoteira na Escócia do anos 1500 corria o risco de ter a cabeça trancada numa gaiola de ferro. Presa à gaiola, uma placa de freio às vezes era inserida na boca da mulher (para dominar sua língua). Por serem de ferro cortante, muitas placas causavam sangramentos na boca do torturado. Mas a tortura não parava por aí: na maioria das vezes, as mulheres – geralmente as que mais sofriam com o método – eram levadas a determinadas cidades para serem expostas publicamente.

 

— Fonte : Super.abril.com.br

4 comentários a “A MALDADE HUMANA não tem limites ?

  1. Triste Humanidade. Triste bicho homem …o que vale é que a maior parte dos humanos desejam os caminhos do bem.

  2. Como é possível ? Eu sou crente em Deus mas as as religiões só atrasam e fanatizam o ser humano.

  3. apesar de tudo acho que evoluímos muito desde então. Ainda há hoje quem pratique tanto mal mas serão muito menos do que naquela época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *