Ainda falta um tempinho…….

Segundo alguns cientistas a vida será impossível daqui a 5.700 milhões de anos.
*** Quando o SOL começar a morrer , o que acontecerá daqui a uns 5.000 milhões de anos, a superfície do planeta ficará tão quente que a vida será impossível. Tal como David Bodanis escreve no livro “ E=mc2”, os oceanos vão ferver até evaporarem, as rochas derreter-se-ão e o SOL agigantar-se-á muito antes de morrer de vez. Nessa altura , os seres humanos, se ainda existirem, ou outras espécies que entretanto se tenham tornado tão inteligentes como nós , já terão encontrado outro lar algures no espaço. Mas a revista “ Astronomy” sugere um futuro um pouco menos catastrófico para a Terra. Diz que o planeta sobreviverá, ainda que fique reduzido a carvão, se se tiver em conta o facto : a crescente perda de massa do Sol quando este for
um gigante vermelho e o consequente enfraquecimento da sua força de gravidade.
*** Não calculam os cientistas da “ Astronomy & Geophysics”
o descanso em que nos deixam, por saber que afinal a terra sobreviverá ainda que fique reduzida a carvão. É que só faltam
cinco mil e setecentos milhões de anos.
Fonte: Público – Foto: SOHO – NASA

5 comentários a “Ainda falta um tempinho…….

  1. Nesta noite em que se realiza a tal noite branca e que eu ainda estou para perceber que misturada se trata. Um misto de carnaval sem carros, com gente que se sente obrigada a vestir-se de vendedores de gelados, desculpem-me mas eu vou para a Fatacil.

  2. Esse tempinho que falta para que o Sol termine o seu ciclo n. me incomoda de sobremaneira. O que mais me aflige e a tormenta deste calor neste Agosto de 2010. Uf !
    Star

  3. O maior espectaculo do ano 2010 Festival ALLGARVE em Lagos –
    “Gnosis é uma peça sobre os Descobrimentos, mas num sentido lato, mais como conhecimento. E é nesse conhecimento que aparece também a solidariedade, que é onde entra este número dos voluntários, que ficam suspensos na rede”, explica ao Expresso Pera Tañatina, diretor criativo e fundador da companhia catalã.

    Os Fura regressam a Portugal com uma peça encomendada pelo programa Allgarve, alusiva à figura do Infante Dom Henrique, cuja estátua é utilizada como parte interveniente da própria peça.

    Gnosis, a avaliar pelo ensaio, é um macro-evento, que envolve perto de 120 pessoas, entre elas 42 voluntários portugueses que foram selecionados para poderem ficar suspensos em cadeia (os de baixo estão agarrados aos de cima, em sete camadas).

    Se a isto juntarmos uma boneca de ferro de 10 metros de altura, uma roda gigante com oito metros de diâmetro, 60 mil watts de som e alguns milhares de espetadores, Gnosis não deverá desiludir os fãs do revolucionário grupo que já conta com 30 anos de existência.

    “Nós costumamos promover muito o contacto com o público, e aqui também o faremos embora não de uma forma tão direta como é costume, porque são muitos milhares de pessoas e era impossível”, conclui Pera Tañatina, no final do ensaio de sexta-feira. A entrada é livre.

  4. Em tempos vi os Fura Del Baus em Espanha e posso dizer que nunca tinha visto coisa espectacular assim. Em Lagos certamente parece que a coisa vai ser em grande.O Programa “Allgarve” merce aplausos pela qualidade dos artistas que trouxe ao Algarve.
    A grande e bela cidade de Lagos
    merece uma visita hoje. Chau
    T i n a

  5. Boa noite Palma,

    Só hoje me chegou em mãos o cd dos sons da “Amazónia”. Vou gravar assim que puder e devolver o “original”. Um grande abraço e muito obrigado pela trabalheira.

    PS: O tempo tem mais olhos do que barriga. Quanto significará o tempinho que cá andamos nesse tempo que falta percorrer?

    João Martins

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *