Ainda há Festas em Agosto…….

É verdade, ainda há por esse país fora, muitas festas no mês de Agosto.

Muitos regressos, abraços, encontros, lágrimas de saudade e muitas, muitas Festas.

Grande parte das aldeias ainda celebra a sua festa anual neste mês, geralmente consagrada ao padroeiro da terra. Missas cantadas, procissões, promessas e bailaricos. As tatuagens da moda misturam-se com as rugas bem vincadas dos campesinos idosos que ainda carregam a sua cadeirinha, de casa até ao adro da igreja. Os bailes duram até às tantas. As aparelhagens sonoras espalham o som das canções do Quim Barreiros ou do Marante por quilómetros e quilómetros. Há pares que tentam acertar o passo pois um ano de intervalo sempre deixa marcas e há muito olhos fixados no centro da pista ou melhor dizendo …do adro.

Para lá das grandes aparelhagens, dos efeitos de luz e de outras coisas da «era moderna», uma coisa tem sido descurada. Refiro-me ao reportório dos grupos musicais que animam grande parte destas festividades. Canções aos «molhos» com o mesmo ritmo horas inteiras e a maior parte sem ponta de melodia. Nisso, os velhos conjuntos cujas aparelhagens não passavam de caixotes que emitiam por vezes sons roufenhos conseguiam no entanto agradar a gregos e a troianos já que não se esqueciam da música bem dançante , quer fosse italiana, francesa ou portuguesa.

Esperemos que os tempos mudem e que os reportórios para estes bailaricos sejam melhor escolhidos. É tudo uma questão de bom gosto. O resto, a técnica de hoje encarrega-se de o fazer.

 

Foto: Francisco Clareza – Captada esta madrugada na festa anual dos Perais, em plena Beira Baixa..

4 comentários a “Ainda há Festas em Agosto…….

  1. Interessante. As cadeirinhas levadas de casa para o meio da praça para assistir calmamente à bailação. Concerteza não faltarão muitas gerações para isto desaparecer. Boa semana.

  2. Também aqui no Algarve ainda vão resistindo algumas festinhas anuais deste tipo. Quando as gerações mais idosas desaparecerem muito destas festas desaparecerá também. Certamente serão remodeladas pelos mais novos. Mas não serão nunca mais iguais.

  3. Se há coisa que me irrita é estes conjuntos musicais com todas as possibilidades que a malta não teve há 30 ou 40 anos e a gastarem noites com canções da treta. Vá lá que tocassem uma ou outra. Mas noites inteiras com o tumba tumba é de mais ! Music

  4. O Music tem razão. Não faz sentido e é de um mau gosto terrivel tocar horas a fio no mesmo ritmo quando há milhões de canções para escolher um bom reportório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *