António Aleixo poeta para sempre !

António Aleixo nasceu em 18 de Fevereiro de 1899 e morreu em Loulé no dia 16 de Novembro de 1949.

Passados pouco mais de dez dias sobre a triste ocorrência, o seu eterno «secretário» escreve

o Romance do Poeta Aleixo. Esboço biográfico do poeta traçado por Joaquim Magalhães. Escrito integralmente em verso. Duzentos e seis mais precisamente. Foi lido pela primeira vez em público, em 1959, a anteceder a primeira representação do Auto do Curandeiro, em Faro, levado à cena pelo grupo Cénico do Teatro Amador de Faro. Por incessante sugestão dos ouvintes dessa sessão foi, de seguida, publicado.

Deixo-vos, aqui, os últimos dezassete versos:

« E como as folhas caíndo,

também da vida tombou

o coração que a cantou:

a alma ao corpo fugiu

e o pobre Aleixo partiu,

num dia formoso e lindo

…………………………………

Mas na sua garra fria

a morte apenas levou

consigo o homem mortal,

que o poeta, esse, ficou,

pra todo o sempre imortal

na sua terra algarvia,

pois os versos que ditou,

porque escrever mal sabia,

eu juro à fé de quem sou,

são da mais séria poesia

que em português se cantou.»

………………………………………

Fonte:  “Ensaios Aleixianos” de João Romero Chagas Aleixo

Foto:      Pintura a óleo do poeta Aleixo, de autoria de Luis Furtado

11 comentários a “António Aleixo poeta para sempre !

  1. Não é que o Secretário de António Aleixo, o Dr. Joaquim Magalhães se mostrou também um bom poeta ? Marco

  2. Penso que já vi este retrato do Aleixo em tempos. Volto a dar os parabéns ao pintor louletano Luís Furtado. Um bonito óleo que ficará para a posteridade.

  3. Onde se pode adquirir o livro do João Chagas a que se refere o presente post ? Agradecia informação. Bom domingo. Maria Isabel

  4. Palma; já estão no facebook 4 dos muitos quadros que hão-de aparecer por ali, não esquecerei este e um outro do Aleixo. Inté. L.F.

  5. Caros amigos: Este post sobre Aleixo é segundo estive a ver um dos que mais visitantes tiveram o que prova que o nosso Poeta continua vivo junto dos seus muitos admiradores. \\ Quanto ao livro do João Chagas Aleixo pode ser obtido no Arquivo Historico de Loulé e o quadro do pintor Luis Furtado pode ser apreciado na Fundação António Aleixo. Uma boa noite. Palma

  6. Palma; uma pequena rectificação: este quadro pertence à família do Aleixo, o que está na fundação é um outro em meio corpo. L.F.

  7. Luís Furtado: Obrigado pela informação. Fica aqui a rectificação . Este quadro a óleo de Luís Furtado ´faz parte da colecção particular da família de A.A. sendo outro e não este, o que se encontra na Fundação António Aleixo. Palma

  8. Fantástica gente louletana!!!!! do Aleixo ao Luis Furtado, passando pelo Clareza … escolho os 3 ok?!
    Ser artista é ser alguém
    que bonito é ser artista
    ver a vida mais além
    do que alcança a própria vista.

    (acho que é assim … que me perdoe o Aleixo se me enganei…)
    Um abraço ao pessoal.

  9. Olá Liliana: Sempre simpática ! O Aleixo e o Furtado são realmente dois mestres, cada um na sua arte. Quanto a mim apenas um simples aprendiz do teatro e da música. E já fico contente rssss. Abraço amigo

  10. Comprei há dias mais um dos seus livros para oferecer num aniversário. Sempre actuais. Grande Aleixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *