CANÇÕES PARA SETEMBRO

SALVATORE ADAMO QUEM NÃO O RECORDA ?

A voz que escolhemos para mais uma canção de Setembro é a de Salvatore Adamo.

Na década prodigiosa de sessenta ele encantou milhões de admiradores com as suas canções doces e melodiosas. Nascido em em Comiso (Italia) em 1 de Novembro de 1943, no seio de uma família pobre com 6 filhos, estudou numa escola religiosa de educação rígida. O sonho dos seus pais era oferecer-lhe um futuro glorioso. Aluno consciencioso e solitário, Adamo revelou um grande dom para o canto. Adolescente, participou num concurso radiofónico em que ganhou o 1º prémio. Ao mesmo tempo gravou o 1º disco, sem sucesso. Desanimado pensou retomar os estudos. Seguindo o conselho do pai, António, um velho mineiro, Adamo tomou o caminho da capital para tentar a sua sorte. Sustentado pelo pai bateu sem cessar às portas das editoras e assinou por fim um contrato. Em 1963, lançou « Sans toi, ma mie », seu primeiro sucesso, seguido de «Tombe la neige», «Vous permettez, Monsieur», «Les filles du bord de mer», «Mes mains sur tes hanches», «La nuit»….. Cantor popular por Excelência, Adamo seduziu o público em França e no estrangeiro. Idolatrado até no Japão os seus concertos esgotavam em todos os países por onde passou.

Para os enamorados de hoje ou de ontem aqui fica esta melodiosa canção de Adamo.

Fonte:Wikipédia

8 comentários a “CANÇÕES PARA SETEMBRO

  1. Meu Deus que melodia tão bonita. Conheço algumas coisas do Adamo já que um irmão meu mais velho era fã e existem cá em casa alguns discos. Mas esta Valsa de fim de verão para apaixonados de
    sempre é de partir o coração lol lol. Gio

  2. Adamo para quem viveu os anos sessenta é um cantor obrigatório da altura. Apesar de ser um cantor romântico nunca descurou a qualidade sendo bem diferente de alguns cantores desse tipo que andam por aí enganando o freguês.

  3. As belas melodias ouvem-se sempre com agrado porque o tempo não passa por elas. Por onde andará o meu amor que nunca mais o vi ? Sofrer por amor ? Porque não ? Divino

  4. Oh la, la !… fechar os olhos e escutar … entramos num outro mundo 😉 tanto que dancei … dançámos, porque o Palma é da mesma geração jovem anos 60 … por aí … 🙂 Bom resto de Domingo … ah! ontem fui assistir ao concerto do Rui Baeta, cantor lírico,farense, num concerto de homenagem a Amália, amei … e o seu conterrãneo Nuno
    Guerreiro estava na fila da frente. Abraço

  5. Lila: Desconhecia esse concerto. Nos estamos aqui no fim do mundo ou próximo dos arredores..rss. Onde foi o espectáculo ? No Teatro das Figuras ? \\ Quanto ao Adamo toda a gente nos anos sessenta arrastou o pézinho à conta das suas músicas. Bom fim de Domingo. Palma

  6. Aqui fica uma letra de uma das muitas canções do Adamo:
    A CHUVA:
    Pluie,
    Viens pleurer dans ma chanson
    Il n’y a plus de violon
    Assez triste pour ma peine

    Pluie,
    Viens couler sur mon amour
    Qui s’enlise au fil des jours
    Dans l’oubli d’une histoire ancienne

    Pluie,
    Viens jouer dans mes yeux
    Viens, tu seras bien mieux
    Avec mes larmes

    Pluie,
    Te souviens-tu de ce temps ?
    Doucement, sur ces mêmes bancs
    Tu caressais son visage

    Pluie,
    Tu ruisselais dans ses cheveux
    Et tu brillais dans ses yeux
    Pour le plus beau des mirages
    Pluie,
    Viens pleurer avec mon âme
    Pour mon malheur
    Pour une femme

    Pluie
    Mmm…
    Pour une femme, femme, femme

  7. Gonçalves obrigado pela transcrição de mais uma canção do cantor italiano. O que é certo é que ele ainda anda por ai fazendo concertos pela Europa. Bem mais velho, como todos os da sua geração. Boa noite -Palma

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *