Cantiga do tempo da Guerra

Porque vais tão triste soldado

 

Assim partindo p’ra Guerra

 

– Não vou triste por pai nem mãe,

 

nem de gente da minha terra

 

Vou triste por minha esposa,

 

Que a deixei p’ra ir p’ra Guerra

 

Inda onte me casaram,

 

Já hoje m’apartaram dela,

 

Pois torna tu, ó soldado,

 

Sete i’anos p’ró pé dela

 

E ao cabo de sete i’anos,

 

Soldado volta p’ra Guerra !

 

***************************************************************

 

(Transmissão oral de um pequeno excerto do Cancioneiro de Trás-os-Montes )

 

Foto: Postal antigo do tempo da 1ª Guerra Mundial

 

5 comentários a “Cantiga do tempo da Guerra

  1. Do que este homem se lembra!!! … O postal é maravilhoso … agora só me lembro do Pedro soldado …

  2. Lila….e na verdade…o que nos vem à memória de momento é essa trova do Pedro Soldado cantada tantas e tantas vezes durante a Guerra Colonial. Também gostei do Postal que dizem ser da época da 1ª Grande Guerra.

  3. Lindo o postal assim como a cantilena. Felizmente que a guerra colonial já lá vi. Tanto sofrimento, tanta injustiça.
    Madalena May

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *