Cine-Teatro-Louletano reabre as suas portas ao público

Reabriu ontem ao público após um longo período de restauro, o nosso Cine-Teatro Louletano. Edifício dos mais belos de Loulé encontrava-se envelhecido pelo tempo e pelo uso. A sua inauguração oficial deu-se em 19 de Abril de 1930. Naquela data actuou a Companhia Teatral da actriz Ilda Stichini que na altura era uma figura de primeiro plano da arte de Talma e que alcançou em Loulé grande êxito. Já agora, aqui se refere que o Grupo de Teatro Louletano – T.A:L. – foi quem encerrou o ciclo de representações no velho Cine-Teatro, com a Peça “ Euro-Festival da Cançanita Louletana. A sala, que mantem os 1º e 2º balcões de antigamente mas com menor número de lugares , é um espaço bem agradável e com capacidade para 314 espectadores. Loulé estava precisado de uma sala com condições ao nível de muitos outros teatros do país que aos poucos vão abrindo portas após remodelação. Palma Fotos – Teatro T.A.L. – Romeu Caliço Cine Teatro no dia da reabertura – Verónica Sofia.

9 comentários a “Cine-Teatro-Louletano reabre as suas portas ao público

  1. Um edifício tão grande apenas para 314 lugares ? Sempre pensei
    que tivesse muito mais. Mas o que interessa é que já estávamos fartos de ser a única cidade do Algarve sem uma sala condigna. Até a pequena cidade de S. Braz tem um cinema renovado há anos. Esperemos agora pela programação. Malta

  2. Apesar de ser um excelente músico (quem não concorda ?)não se percebe porque veio salvo erro pela 4ª vez a Loule já que muitas dezenas de outros poderiam ter sido convidados. Mas quem manda manda: Mas somos todos nós os pagantes ou não ?
    Joka

  3. Assisti a esse último espectáculo no velho Cine Teatro. O Eurofestival da Cançanita foi um sucesso. Fiquei com vontade de ver novamente, mas parece que acabou quando acabou a velha sala. Bons teatros por aí. Zé Manel

  4. Grande malta que nos dá alegrias e a sua arte apesar de amadora. Viva o Teatro Análise de Loulé. .

  5. Três milhões e quinhentos mil euros custaram as obras no Cine Teatro para albergar apenas 300 pessoas ? Não teria sido melhor fazer obras de restauro nesta sala deixando-a como ela era e ter construído com esse dinheiro um auditório ? Agora vão destruir o Jardim de S. Francisco de novo para fazer uma outra coisa qualquer ? Vivemos numa terra de loucos ? ELmano

  6. Concordo em absoluto com o Elmano. Com esse dinheiro também acho que faziam a restauração do Cine velho mantendo-o como era e com os arranjos necessários e construíam um auditório. Mas eu não sou arquitecto apenas pagador de impostos . A Praça da República também é outra obra que vista de baixo ou de cima parece uma sementeira de candeeiros. Para se tirar qualquer foto lá estão os mostrengos na frente. Se isto é a tal modernidade de que falava Seruca Emídio então eu nos meus quarenta anos devo estar caduco. Melcer

  7. O cine teatro deveria ter sido restaurado como era e com menos gastos . Depois construíam um auditório que tanta falta faz por cá.

  8. Há muitos cione teatros que nesta última década têm sido restaurados em Portugal. Ainda bem. Que se levantem dos cadeirões frente às televisões os portugueses com preguiça de ir ao teatr0 ou ao cinema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *