E DE NOVO ACREDITO……

“………E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.

 

Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros.

 

Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias

 

felizes que se apagaram.

 

Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.”

 

 

 

(Miguel Sousa Tavares )

 

Foto : Bem Goossens

7 comentários a “E DE NOVO ACREDITO……

  1. Belo poema do Sousa Tavares. Gosto da maioria das suas crónicas e dos seus livros. Quem é bom não precisa de grande publicidade ao nome.

  2. Lindo este poema do Miguel. Acabei de ler há dias o ” Não te deixarei morrer David Krokett”, um pequeno livro que se lê em dois ou três dias. Diz o Miguel:
    “Foi um processo longo e difícil, como sempre o são as aproximações entre duas pessoas habituadas a estarem sozinhas. Primeiro parece fácil, é o coração que arrasta a cabeça, a vontade de ser feliz que cala as dúvidas e os medos. Mas depois é a cabeça que trava o coração, as pequenas coisas que parecem derrotar as grandes, um sufoco inexplicável que parece instalar-se onde dantes estava a intimidade. É preciso saber passar tudo isso e conseguir chegar mais além, onde a cumplicidade – de tudo, o mais díficil de atingir – os torna verdadeiramente amantes.”
    Miguel Sousa Tavares

  3. O Miguel herdou mesmo a categoria da grande Sophia de Mello Breyner. Sou sua admiradora de há muito. Os seus livros são de grande nível, pelo menos para a minha sensibilidade.
    Alice

  4. Amiga Cravo na realidade também achei muito bonito este pequeno poema do MST. Ainda bem que também gostou. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *