Estamos ali !

Parece que 2010 nos trouxe através da fotografia muitas mais  maravilhas do Universo.

O telescópio “ Hubble” completou 20 anos em órbita . Em cada mês que passa, transfere para a terra oitenta gigabytes de informação. Pela primeira vez e graças a ele conheceram-se estrelas de outras galáxias. Inclusivamente detectou o objecto mais longínquo e antigo do Cosmos, uma galáxia cuja luz demorou treze mil milhões de anos a chegar à Terra.

Também a Sonda «Messenger» que foi lançada rumo a Mercúrio em 3 de Agosto de 2004,

enviou imagens surpreendentes do Universo como a que podemos ver acima. Uma visão da terra que jamais havia sido contemplada .

Somos nós . É a nossa casa no Universo que ali está fotografada desde Mercúrio . O ponto mais pequeno é a Lua.

Uma coisa é certa, cada vez que se avança no conhecimento do Universo mais pequenos

nos sentimos perante a sua grandiosidade.

Palma – Fonte -T. de la Cal – Holl -.

7 comentários a “Estamos ali !

  1. A nossa pequenez assusta-me por vezes.
    Não consigo imaginar um espaço à nossa volta que não tem fim. Mica

  2. Viva Palma; por enquanto ainda tenho net!… por acaso não me arranja um lugar neste imenso universo onde eu possa ir viver?… não exijo muito, basta viver em paz onde os cidadãos não sejam corruptos, onde não haja invejas, onde não se passe fome, onde todos possam viver em harmonia com a natureza, onde sejam julgados e condenados todos aqueles que perturbarem o bem estar do seu semelhante. Se souber onde possa estar esse planeta agradecia que me informasse… seria a melhor prenda que poderia receber neste Natal que já passou… sonhos, sempre só sonhos.rsrs. Cumprimentos a todos e inté. L.F.

  3. Luís Furtado: Infelizmente para la´do nosso planeta não conheço nada a não ser as fotos que nos são oferecidas na Net rs. Quanto àquela bola maiorzinha que vê na foto, está cheia
    de gente mázinha à mistura com outra boazinha. Às vezes torna-se dificil distinguir uns dos outros, talvez porque haja muita gente que sabe fingir muito bem…rs. E depois de tudo isto pode-se dizer que somos todos imperfeitos embora alguns achem que são o máximo. Mas eu acho que foi sempre assim… Será que no futuro poderá ser diferente pra melhor ? Boa semana e faça uma figazinha contra a inveja ! rs Palma.

  4. Palma; acabei de ler no Região Sul que está a decorrer em Loulé uma semana de BD e não vi o nome do nosso amigo Baptista integrado no evento. Os filhos da terra continuam a ser ignorados e o que vai aqui da Amadora é que é bom quando o B. não deve nada por exemplo, ao José Garcês… triste sina a nossa… em Moura, no Alentejo, têm mais consideração pelo nosso amigo que os dirigentes da terra que o viu nascer. Há mais, muito mais que a seu tempo se virá a saber. Espero bem que no tal futuro que todos desejamos as coisas não se passem assim. Inté. L.F.

  5. Luís: Confesso a minha total ignorância quanto a essa mostra de BD em Loulé. Não vi qualquer anúncio relativamente a isso sendo certo que alguma coisa haverá sobre isso. Vou ver se descubro onde se está a realizar esse evento em que o Baptista, artista louletano de renome não consta da lista. O pessoal quando começa a envelhecer
    passa depressa ao rol dos esquecidos. Abraço – Palma

  6. Esta é a mais difícil das lições que os humanos têm que aprender. No universo as coisas não são boas ou más, cruéis ou simpáticas, mas simplesmente insensíveis – indiferentes a todo o sofrimento, desprovidas de qualquer intenção.
    Richard Dawkins, sociobiólogo inglês, River out of Eden

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *