Gente dos Brasis

foto indiossssssss

OS ÍNDIOS DO BRASIL

Podemos colocar a pergunta hoje nestes termos: QUE MAL FIZERAM os Índios do Brasil para terem sido dizimados desta maneira ?
Calcula-se que haviam entre três a seis milhões de índios antes dos Descobrimentos.
Actualmente não passam de trezentos e cinquenta mil.
É possível que tenham sido dizimados ao ritmo de um milhão por século. Etnias inteiras foram riscadas do mapa levando consigo a sua cultura e contribuição que poderiam ter legado à identidade do País. Hoje o número de indígenas resume-se a 1/5 do que existia antes de Cabral chegar ao Brasil.
Das 216 tribos restantes, apenas 16 rejeitam o contacto com não – índios e mantém intactos os seus costumes.
Voltamos a perguntar: ERA PRECISO ?

A fotografia publicada é de autoria do fotógrafo francês Marc Ferrez e foi tirada em 1880 na tribo dos Índios Bororo- Goiás. \ – Educacional – Net Educ.

12 comentários a “Gente dos Brasis

  1. É doloroso de mais saber que foram dizimados desde a chegada de Cabral milhões e milhões de seres humanos que eram os verdadeiros herdeiros das terras de Stª Cruz.

  2. Quem se lembra desta fantástica canção cantada por Gal Costa ou por Maria Betania entre outros
    ÍNDIA

    Índia seus cabelos nos ombros caídos
    negros como a noite que não tem luar
    seus lábios de rosa para mim sorrindo
    e a doce meiguice desse seu olhar
    Índia da pele morena, sua boca pequena eu quero beijar
    Índia, sangue tupi, tem o cheiro da flor
    Vem, que eu quero te dar
    Todo meu grande amor
    Quando eu for embora para bem distante
    e chegar a hora de dizer adeus
    Fica nos meus braços só mais um instante
    deixa os meus lábios se unirem aos seus
    Índia levarei saudade da felicidade que você me deu
    Índia, a sua imagem
    sempre comigo vai
    Dentro do meu coração, flor do meu Paraguai

  3. Bom dia Palma … nós, os da nossa geração, lembram-se de certeza … A Gal Costa cantou-a quando a vi na Vilamoura … amei! … foram sempre e ainda são sacrificados … onde o branco entra … ai.ai.ai … porque non me callo ?! … brincando … um muito bom dia … por aqui com algumas gotitas de água à mistura …

  4. Também há uma canção que diz; todo o dia é dia de Índio… foi, antes da chegada do seu Cabral… Índio era livre, branco quis escraviza-lo, Índio revoltou-se e foram em parte dizimados aos milhares?… e para ajudar a mortandade o branco contaminou-os com doenças. Quem conspirou contra a escravização foi o famoso “Tiradentes” havia outros, (nobres), como este era pobre, foi o que pagou as favas sendo enforcado e esquartejado, hoje a história repete-se, pobre vai preso, rico sorri, tendo os dois as mesmas culpas… ai ai Palma, isto não muda mesmo, a ganância de alguns, estragam a vida dos outros, até um dia. \\\ Não esquecer de ir buscar o “à conquilha”, Sábado encerra, blá, blá blá… Nota final, por falar-mos do Brasil, fiz uma homenagem à nossa Carmem Miranda para juntar às cançanitas, serão aprovados?,rsrs. Inté. L.F.

  5. Liliana: A Gal Costa continua com aquela voz limpida que sempre lhe conhecemos. Os anitos nela não fazem
    mossa. \\ Branco é Det o lavou . Lembra-se deste detergente que surgiu depois do Tide kkkkkkk ? Onde isto já vai…….\\ Por cá choveu qualquer coisa de pouca importância já que só regou a salsa. Abraço – Até mais tarde. Palma

  6. Luis Furtado:Nem o Tiradentes escapou.
    E hoje há por aí tanta gente a arrancar dentes que só visto. E ainda bem. Antigamente haviam dois ou três e era quase a ferro…..Há que saber escolhê-los.\\O conquilha encerra ? Vou lá ver. \\ Engraçado que na Cançanita a última canção é o Tico Tico dançado pela Carmen Miranda mas como o Tira dentes nunca viu……. \\ Até mais tarde. Palma

  7. Quando vou ao Brasil lembro-me dos carregamentos de escravos de Angola que para ali terão ido. O que toda essa gente sofreu. Tirados à força das suas terras para servir interesses de outros povos que não os seus. Imaginem alguém fazer-nos isso agora…..

  8. Este é um tema que dava semanas de conversa. Fui espreitar à Wikipédia:
    ……Os índios assimilados, por sua vez, eram super explorados e morriam, não só em decorrência dos maus-tratos recebidos dos colonos, mas também em decorrência de doenças que lhes eram desconhecidas e que foram trazidas pelos colonos europeus, como as doenças venéreas e a varíola e mais tarde pelos escravos africanos.

    Diante das dificuldades encontradas na escravização dos indígenas, a solução encontrada pelos colonizadores foi buscar a mão-de-obra noutro lugar: no continente africano. Essa busca por escravos na África foram incentivados por diversos motivos. Os portugueses, reinois e colonos, tinham interesse em encontrar um meio de obtenção de altos lucros com a nova colónia, e a resposta estava na actividade açucareira, uma vez que o açúcar tinha grande aceitação no mercado europeu. A produção dessa matéria-prima, por sua vez, exigia numerosa mão-de-obra na colónia e o lucrativo negócio do tráfico de escravos africanos foi a alternativa descoberta, iniciando-se assim a inserção destes no então Brasil colónia. Convém ressaltar que a escravidão dos índios perdura até meados do século XVIII.Os negros vinham em navios negreiros da África do Sul. Eram escravos. Sofriam castigos físicos, eram apartados definitivamente de seus familiares.

  9. Palma; como é que está a apanha da conquilha?…por acaso a proprietária já recebeu a sua parte?… preciso saber, não vá os “contrabandistas” desviar a mercadoria para outro lado,rsrs. Inté logo. L.F.

  10. Luís vou neste momento à « apanha da conquilha» para posteriormente entregá-la à cozinheira já que ela não pode estar presente no dia de hoje.

  11. Quem seriam estes indivíduos ? O que achariam eles de uma máquina fotográfica ? Chegariam a saber ?

  12. Milhoes de Índios foram dizimaods pelos colonialistas que achavam que bastava chegar lá e aquiloera tudo deles. Aquerla Terra é dos Índios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *