Heranças de Mick Jagger

Georgia May Jagger.

Depois de Mick, Elizabeth, Jade ou Bianca… eis que chega Georgia, um condensado de sex appeal.

O Pai ? Um Rolling Stone de peso (Mick), a mãe, uma modelo mítica (Jerry Hall).

Daí que Georgia tenha bons genes e a quem saír : com 17 anos ela junta os cabelos louros da mãe e a boca carnuda do pai. Jerry Hall é o seu modelo. Georgia adora a família. Elizabeth, a irmã mais velha, é a sua melhor amiga.

O que faz ? : Fotografada por Mario Sorrenti para a campanha de publicidade da marca Hudson Jeans, Georgia é a sensualidade personificada.

Namora com Django James, músico e filho de Dave Stewart, ex Rurytmics.

Fonte: Máxima

Enfim….. Jagger quase septuagenário continua a dar nas vistas nas obras que vai deixando neste mundo.

Façam favor de apreciar condignamente a menina Georgia. O Papá não se importa.. certamente.

5 comentários a “Heranças de Mick Jagger

  1. Uma herança melhor do que esta é a do Ministéiro da Saúde Português. Vá lá vá lá. 81% diminuiram as cirurgias que esperavam, nestes últimos 4 anos:
    Segundo o Público (o relatório ainda não está online) “no ano passado, 17.082 doentes estavam em lista de espera há mais de doze meses, menos 16 por cento que em 2008 (20.400). Entre 2005 e 2009, este número reduziu 81 por cento”.

    A mediana do tempo de espera por uma cirurgia caiu 8,1% só de 2008 para 2009, de 3,7 para 2,4 meses.

    Curioso ainda notar que os doentes do Alentejo esperam metade (em termos da mediana) que os doentes da região de Lisboa.

  2. Esta miúda faz-me lembrar uma canção dos Stones com o título de Angie ….
    Angie
    Rolling Stones
    Composição: Jagger / Richards

    Angie, Angie, when will those clouds all disappear
    Angie, Angie, where will it lead us from here
    With no loving in our souls and no money in our coats
    You can’t say we’re satisfied
    But Angie, Angie, you can’t say we never tried.

    Angie, you’re beautiful, but ain’t it time we said goodbye
    Angie, I still love you, remember all those nights we cried
    All the dreams we held so close seemed to all go up in smoke
    Let me whisper in your ear
    Angie, Angie, where will it lead us from here
    Oh, Angie, don’t you weep, all your kisses still taste sweet
    I hate that sadness in your eyes
    But Angie, Angie, ain’t it time we say good-bye

    With no loving in our souls and no money in our coats
    You can’t say we’re satisfied
    But Angie, I still love you, Baby, everywhere I look I see your eyes
    There ain’t a woman that comes close to you, come on baby, dry our eyes

    But Angie, Angie, ain’t it good to be alive
    Angie, Angie, they can’t say we never tried

  3. Palma … sai à mãe e atira ao pai lol … a filha da Bianca também deve ser gira … mulatinha não?

    O que este homem descobre …

    Um muito bom fim de semana, extensivo à capital … abraço

  4. Stoneso: Conheço perfeitamente essa canção Angie que é das mais calminhas do Jagger. Boa opção de escolha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *