Já passou a procissão….

Neste Domingo de Páscoa lembramos neste espaço, o célebre poema “ A Procissão”, de autoria do bem conhecido cineasta português António Lopes Ribeiro.

João Villaret que o recitou imensas vezes e cuja voz muitos se recordam ainda, criou um estilo inconfundível de dizer poesia. No único canal de televisão desses tempos, Villaret foi autor\ apresentador, de um programa semanal onde divulgou os maiores poetas portugueses levando assim a imensos lares de Portugal, com a sua voz de timbre inigualável as mais belas poesias da nossa terra. Tudo isto num tempo em que recitar Fernando Pessoa na T.V era tabu e muito mal interpretado pelo regime de Salazar.

Foto de arquivo / Louletania: Procissão de Stº António na Aldeia de Perais, concelho de Vila Velha de Ródão.

 

Letra: António Lopes Ribeiro
Intérprete:
João Villaret

 

Tocam os sinos da torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Mesmo na frente, marchando a compasso,
De fardas novas, vem o solidó.
Quando o regente lhe acena com o braço,
Logo o trombone faz popó, popó.

Olha os bombeiros, tão bem alinhados!
Que se houver fogo vai tudo num fole.
Trazem ao ombro brilhantes machados,
E os capacetes rebrilham ao sol.

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Olha os irmãos da nossa confraria!
Muito solenes nas opas vermelhas!
Ninguém supôs que nesta aldeia havia
Tantos bigodes e tais sobrancelhas!

Ai, que bonitos que vão os anjinhos!
Com que cuidado os vestiram em casa!
Um deles leva a coroa de espinhos.
E o mais pequeno perdeu uma asa!

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja!
Vai passando a procissão.

Pelas janelas, as mães e as filhas,
As colchas ricas, formando troféu.
E os lindos rostos, por trás das mantilhas,
Parecem anjos que vieram do Céu!

Com o calor, o Prior aflito.
E o povo ajoelha ao passar o andor.
Não há na aldeia nada mais bonito
Que estes passeios de Nosso Senhor!

Tocam os sinos na torre da igreja,
Há rosmaninho e alecrim pelo chão.
Na nossa aldeia que Deus a proteja! Já passou a procissão.

 

3 comentários a “Já passou a procissão….

  1. É uma delicia escutar este artista que nos deixou coisas admiraveis. Boa semana. Paulo

  2. Costumava ouvir em disco vinil na minha casa pois o meu pai era um admirador de Villaret. Também a foto da procissão dos Perais me fez lembrar os meus tempos de criança quando na aldeia se fazia a Comunhão e as brincadeiras de então imitando as procissões nos dias que se lhes seguiam. Obrigado Alice

  3. Grandes declamadores Portugal teve e tem…..O Villaret, O Mário Viegas, a Eunice e tantos outros. Marilisia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *