Janeiro Casamenteiro

121212

JANEIRO CASAMENTEIRO

Chegou-me hoje à caixa de correio esta bela foto de autor desconhecido e que demonstra muito bem como vai este Janeiro nascido há pouco.
Ainda podemos dizer : Janeiro ainda é o que era. E aqui está a prova deste amor nascido num telhado, algures, à luz da lua.
Carminha está linda no seu vestido de gata orgulhosamente virgem . Ao lado, acompanha-a o seu jeitoso companheiro Mr. Bolotinha, gato vindo do nada, mas hoje um verdadeiro intelectual dos telhados lá do bairro.
Apenas nos resta desejar ao simpático casal e a toda a gataria convidada, um ano novo repleto de amor e de boas doses de peixe fresquinho para compensar as energias gastas nestas luarentas noites do sagrado mês de Janeiro. De noite todos os gatos… são felizes. Deixá-los viver essa felicidade.
Viva pois o Janeiro Casamenteiro !

\ Palma

12 comentários a “Janeiro Casamenteiro

  1. Linda esta foto, porque tem gatos, e eu adoro-os. Não esquecer, que agora também pode ser dois gatos ou duas gatas.

    Os gatos são carnívoros, não sei porquê, mas tem-se a ideia que a dieta do gato é à base de peixe.

    Fiquei a saber que Janiro, é casamenteiro.

    Abraço

    Luisa

  2. Luisa: Também achei muito engraçada esta foto de casamento e naturalmente que agora a gente não sabe se são dois ou duas. Mas para nós tanto faz. O que interessa é que sejam felizes por esses telhados fora.\\ A minha gata Branquinha passou a adorar carne de frango cozida e prefere-a a qualquer latinha de peixe das habituais. Mais uma carnívora…rsss. Uma boa semana com e sem chuva. Abraço – Palma

  3. Descobri já depois de ter lido este post esta poesia de Nhem nhem nhem nhem Nhem que fala duma velhinha que tinha um gato . Embora seja poesia para crianças fica aqui dedicada aos gatos da casa.
    A Língua de Nhem

    Havia uma velhinha
    que andava aborrecida
    pois dava a sua vida
    para falar com alguém.

    E estava sempre em casa
    a boa velhinha
    resmungando sozinha:
    nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem…

    O gato que dormia
    no canto da cozinha
    escutando a velhinha,
    principiou também

    a miar nessa língua
    e se ela resmungava,
    o gatinho a acompanhava:
    nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem…

    Depois veio o cachorro
    da casa da vizinha,
    pato, cabra e galinha
    de cá, de lá, de além,

    e todos aprenderam
    a falar noite e dia
    naquela melodia
    nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem…

    De modo que a velhinha
    que muito padecia
    por não ter companhia
    nem falar com ninguém,

    ficou toda contente,
    pois mal a boca abria
    tudo lhe respondia:
    nhem-nhem-nhem-nhem-nhem-nhem…

    Cecilia Meireles poetisa Brasileira

  4. Gato esse animal ainda misteriooso que nos olha com olhar de professor e que às vezes se comporta como selvagem. Coisas que vocês talvez não saibam:
    Homens e gatos possuem a mesma região do cérebro responsável pelas emoções.
    · O cérebro do gato é mais similar ao do homem do que ao do cão.
    · O gato possui mais ossos do que os humanos. Enquanto o homem possui 206, os gatos possuem 245 ossos.
    · Os gatos possuem 30 vértebras, 5 a mais que os humanos.

    · Gatos possuem 32 músculos que controlam suas orelha. Ele pode girar suas orelhas, independentemente, a quase 180 graus, e 10 vezes mais rápido do que o melhor cão de guarda.
    · A audição dos gatos é muito mais sensível do que a dos homens e cães. Seus ouvidos afunilados, canalizam e amplificam os sons como um megafone.
    · Os gatos ouvem até 65 khz (kilohertz), enquanto que os homens ouvem até 20 khz. F e l i n a

  5. Kino e Felina uma boa semana. Essa da audição dos gatos ser muito mas muito superior à dos humanos eu não sabia. Pelo menos de uma diferença tão grande. Quem me dera , agora que tenho um zumbidinho nos ouvidos…rs..
    UM Bom Janeiro.

  6. Bem Palma, não sei se fale de gatos se de ratos… depois de ouvir as últimas notícias, a ilha tem mais ratos que gatos e como os ratos transmitem doenças não estou nada interessado em ir parar ao hospital,rsrs… mais um caso destes e não vou mesmo pra ilha, estou mais seguro aqui na fortaleza onde os ratos não roem,rsrs.\\\ Já consegui que o Baco não me arranhe nem morda como antes, bastou dar-lhe a cheirar a ferida e gritar-lhe bem alto insistentemente, NÃÃÃO… agora joga a pata com as unhas encolhidas e morde com a força controlada sem causar ferida… como tudo na vida, o que é preciso é “educação”,rsrs. Tem a certeza que a noiva é mesmo uma gata? Inté. L.F.

  7. Luis Furtado:Não estou a par da últimas noticias mas vou tentar descobrir que ratazanas foram essas que chegaram.\\ Quanto à Branquinha gosta de muitos de festinhas mas também logo que contrariada sai a tal arranhadela. mas a seguir lá vem um rom rom para pedir desculpa. Coisas de gatos.\\ Quanto à noiva da foto não posso jurar… mas que tem um ar feminino lá isso tem. Abraço e cumprimentos ao Baco já que este é o seu mês. rs Palma

  8. Deixem lá a gata em paz!
    Na sua brancura esconde como pode núpcias anteriores. Mas, apesar disso pode bem ser gata, entradota é certo (tal Lili Caneças) mas tem direito a noivado!
    Apadrinhemos pois o “casório” da branquinha com o muito “delicado” noivo e esperemos uma bom ninhada!

  9. Antonio Almeida: Está mesmo à vista quem se está a colocar à frente para padrinho…… rsss. Se brancura significa pureza, talvez ela seja mais virgem que muita princesa…… E com esta me calo porque a coisa já está a ir longe….kkkkkk. Abraço – Palma

  10. Já me fizeram rir! deixei passar o professor, mas ainda agarrei esta simpática foto, sim senhor!só você Palma … ainda o Luis se inspira nela, e aí teremos um carnaval de “gatas e gatos” quiça dos de 2 patinhas com garras de fora?! … a ementa do copo de água? carapauzinhos alimados ou de escabeche? agora até marchava …:)Continuação de boa disposição … com menos friozinho …abraço

  11. Lila: Espero que a mãe esteja a recuperar a saúde que tinha antes das festas natalícias.\\ Espero que tenha visto o Prof. Agostinho da Silva que nos proporciona sempre momentos úni cos.\\ Quanto ao copo de água de certeza que os alimados ou de escabeche marchavam com o maior dos prazeres rss. \\\ O frio baixou mas dizem que vem chuva de novo. Que venha com moderação. Abraço e uma noite boa para a capital do Reino. Palma

  12. Antonio Gedeão escreveu este belo poema ao gato. Belo como o são todos os poemas de Gedeão . Boa tarde

    Quem há-de abrir a porta ao gato
    quando eu morrer?

    Sempre que pode
    foge prá rua,
    cheira o passeio
    e volta pra trás,
    mas ao defrontar-se com a porta fechada
    (pobre do gato!)
    mia com raiva
    desesperada.
    Deixo-o sofrer
    que o sofrimento tem sua paga,
    e ele bem sabe.

    Quando abro a porta corre pra mim
    como acorre a mulher aos braços do amante.
    Pego-lhe ao colo e acaricio-o
    num gesto lento,
    vagarosamente,
    do alto da cabeça até ao fim da cauda.
    Ele olha-me e sorri, com os bigodes eróticos,
    olhos semi-cerrados, em êxtase,
    ronronando.

    Repito a festa,
    vagarosamente.
    do alto da cabeça até ao fim da cauda.
    Ele aperta as maxilas,
    cerra os olhos,
    abre as narinas.
    e rosna.
    Rosna, deliquescente,
    abraça-me
    e adormece.

    Eu não tenho gato, mas se o tivesse
    quem lhe abriria a porta quando eu morresse?

    António Gedeão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *