Não há M A I O sem esperança !

Não mais vem como desejo

Um  mundo novo perfeito,

Só fechando os olhos vejo

Tal  desejo satisfeito !

(a) Quadra de António Aleixo

6 comentários a “Não há M A I O sem esperança !

  1. Um dia 1º de Maio com esperança é bem melhor do que a choradeira habitual de certos fazedores de opinião. O mundo está sempre em constante mudança. Ainda há milhões e milhões de indivíduos que nem sequer sabem o significado desta data.

  2. Um Bom 1º de Maio para toda a população da Louletania -Blog. Uma boa caracolada e muita música. Nenita

  3. O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu em 1º de maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época.

    Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os operários e a polícia.

    Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho.

    Pequena hist+ória do dia 1º de Maio para quem estiver interessado.
    M.Trab. Brasil.

  4. Muitos direitos se conquistaram desde o 1º primeiro de Maio. A história tem altos e baixos mas é na Europa onde os trabalhadores possuem mais direitos. Façamos votos que eles apesar das crises desta época continuem a avançar para todos os trabalhadores do mundo.

  5. Pensar é o trabalho mais difícil que existe, e esta é provavelmente a razão por que tão poucos se dedicam a ele.
    Henry Ford

  6. Sim Laos; em verdade, muito pensou Ford na forma de estruturar o trabalho e a produção em série e em linha de montagem. A sua democracia baseou-se em tratar de vender um carro a cada americano e de alguns deles arrancar toda a força e suor que pode!
    É muito difícil, em verdade, ser cruel e não sentir remorso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *