O Herdeiro do grande Chaplin

James Thiérrée é um dos génios da família Chaplin. Sendo neto do grande Charlot, é também ele, um palhaço, músico, dramaturgo, bailarino, actor, enfim, alguém cuja imaginação é apreciada já no mundo inteiro. Suiço mas naturalizado francês, James Thiérrée

diz adorar viver entre telões, projectores, cenografias de mil cores, todo esse espaço a que ele chama a sua casa.

Deixo-vos uns minutos com mais este herdeiro desta família de artistas que há mais de um século, encanta espectadores do mundo inteiro.

Palma

7 comentários a “O Herdeiro do grande Chaplin

  1. É excelente o rapaz. E a filha do Chaplin tem o Circo Invisível que é qualquer coisa de belo.

  2. Não conhecia esse neto de Charlot mas vou já procurá-lo no you tube. Mello

  3. Varrem tudo pra debaixo da cama e depois não querem ter pesadelos …. lol … amei! caso pra dizer … neto de peixe nadar sabe … inté

  4. Lema Melo Liliana: A Liliana acho quer acertou. Esta coisa da gente atirar tudo para debaixo da cama não dá bom resultado. Pesadelos ? Quem não os tem ? Uma boa noiye descansada para todos. Ufff.

  5. Viva Palma; tive o grato prazer de trabalhar num filme? com a Geraldine Chaplin e com Donald Sutherland… coitada dela, passava o tempo quase todo numa cadeira de rodas, fazia parte do papel… grandes compinchas, então o D. S. nos intervalos das filmagens estava sempre na brincadeira… desconhecia esta faceta do neto. \\\ Vão a caminho o resto das Arábias e outras dos anos 60… a melhor maneira de os ir ouvindo é enquanto está entretido a fazer outra coisa, de contrário, já não temos tempo só para ouvir. Vim da Amadora e não à melhoras. Inté. L.F.

  6. Luis Furtado: Então teve o privilégio de estar com a Geraldine e o Donald…. não é para todos…rsss.
    \\ E cá vou escutando a colecção… Obrigado por esse trabalho……\\\ Quanto à sua Mãe sendo assim a coisa não melhorou….. A partir de determinada altura da vida o organismo reage mais lentamente…. enfim.
    As melhoras possíveis. Abraço – Palma

  7. Boa noite amigo Palma,

    Gostei muito do seu post onde aprendi que este James Thiérrée é neto do grande Chaplin!

    Não tenhamos dúvidas de que enquanto não se deixar de falar das pessoas que já partiram, elas serão imortais!

    Assim… Charlot continuará vivo (para além da obra) e abençoada a família que gerou, porque, confirma-se: ‘quem sai aos seus,… não degenera’!
    (…)

    Um abraço
    César Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *