Orações da nossa infância

Quando eu era menino gostava de ouvir a minha avó dizer\ rezar, orações que já a avó dela lhe havia ensinado.

Sabia muitas e rezava-as várias vezes ao dia. Crente profunda, ficava encantada por eu me interessar em escutá-las e dizia-as pausadamente para que as entendesse melhor. Entre algumas delas, saliento a do Pai Nosso Pequenino e a Oração a Stª Bárbara, esta para ser rezada em noites de tempestade e sobretudo quando as trovoadas faziam estremecer as entranhas da Terra.

Muitos dos que lerem este post, certamente recordarão também algum familiar de outras eras que lhes tenha ensinado nalgum momento especial uma delas, nomeadamente o Pai Nosso Pequenino que abaixo transcrevemos.

Palma

…………………………………………………..********* ………………………………………………………………

 

Padre Nosso Pequenino
Tem a chave do Deus Menino
Quem na deu,quem na daria
São Pedro e Santa Maria.

Cruz em monte, cruz em fonte
Que o pecado não me encontre
Nem de dia ,nem de noite
Nem ao pino do meio dia.

Já os galos pretos cantam
Já os anjos se levantam
Já o Senhor subiu à cruz
Para sempre Ámen Jesus.

 

 

 

 

6 comentários a “Orações da nossa infância

  1. Lindissima esta pequenina oração . Também me ensinaram quando era miúda e nunca mais a esqueci. Dina

  2. Também nessa altura havia uma oração para afastar o quebranto e que diziam as pessoas dar resultado certo.
    Oração (para tirar o quebranto)

    Prato com água onde se coloca 1 pinga de azeite após cada reza (feita sempre em número ímpar). Se esta não se dissipar na água é porque a pessoa mencionada não tem quebranto, se se dissipar é necessário fazer (em número ímpar) a reza até sete vezes para controlar a dissipação do azeite até desaparecer (se possível) ou minimizar a dôr do sofredor.
    Reza:
    Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (benzer).
    (nome da pessoa a curar) tu tens quebranto, dois te puseram, três te hão-de tirar. De onde este mal veio para lá torne a voltar em nome das três pessoas da Santíssima Trindade que é (benzer) o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Ámen.

  3. “A grandeza da oração reside principalmente no fato de não ter resposta, do que resulta que essa troca não inclui qualquer espécie de comércio.”
    (Antoine De Saint-Exupéry)

  4. Não conhecia … aliás como desconheço muito da matéria … fico-me só pela oração que o Senhor nos ensinou … e essa é o Pai Nosso … ai esta sua amiga Palma … não tem salvação . Fique e fiquem com DEUS.

  5. Lembro-me de ir tirar o m au olhado com uma velhinha que rezava uma determinada oração. O que é certo é que o tal mau olhado desaparecia. Marie

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *