OS BANHOS DE ANTIGAMENTE

Até finais do século XIX ter a pele bronzeada era sinal de pobreza. Só os camponeses, que tinham de trabalhar de sol a sol para garantir uns trocados pegavam uma corzinha. Nos países escravistas, como o Brasil, isso podia fazer com que a pessoa parecesse uma escrava e isso ninguém queria naquela época de violência racial. Mesmo o mar, tão bonito, era só para ser admirado. Não passava pela cabeça de uma dama lançar-se à água e nem havia roupas apropriadas para isso. Claro que já devia rolar uns banhos de riacho, mas bem na moita e cercados pelos cuidados das mucamas.
Acontece que o final do século XIX é o auge do cientificismo. Houve uma revolução de pensamento em diversas áreas. São os médicos que vão começar a indicar os banhos de mar, dizendo que é saudável, como também os de rio, de águas termais, etc. O próprio sol – de vilão passa a amigo – ao menos um pouco de exposição a ele era bem vinda. Não fiquem pensando que rolava alguma marquinha de biquíni ou algo parecido. É na Belle Époque que surgem os primeiros trajes de banho, uma espécie de macacão. Compostos por uma espécie de calçolas e uma blusa um pouco mais cavada. Nada sexy. Quer dizer, não para nós que hoje já chegamos ao fio dental, mas uma mulher sem anáguas e metros de tecido sobre o corpo já era algo muito provocador. Imagine quão agradável seria dar um mergulhinho com isso?

* * * * * * *

(Texto e foto: Autores desconhecidos – Net )

5 comentários a “OS BANHOS DE ANTIGAMENTE

  1. Felizmente já se chegou à conclusão que apanhar escaldões é um perigo. Mas também é verdade que há quem ainda abuse apesar de tanto aviso.

  2. Quem diria naquela altura que as pessoas hoje andariam de fio dental pelas praias mostrando gorduras, às vezes poucas formusuras e tdo ao léu ?

  3. Com os 40º que estão por aí mais vale voltar à moda destes fatos de banho. A nossa preciosa pele agradece. Geniffer

  4. Não há nestes rostos a mais leve expressão de um sorriso. Porque será ?

  5. O Santos de Faro tem razão .Não há nestes rostos a mais leve ponta de expressão de um sorriso . Será que foram manadadas para a praia de castigo ? Será que naquele tempo os miúdos não achavam piada à praia ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *