PARA TUDO ACABAR NA QUARTA FEIRA………

FSCN4331

O Carnaval despediu-se nesta madrugada de Inverno por entre serpentinas molhadas e

risos joviais para quem esta festa ainda é a Rainha da Folia. Nalguns bailes algures, pares à antiga recordaram os tempos dos primeiros abraços e o aconchego no ombro em danças de antigos carnavais.

A avenida voltou ao que era e as fotografias mostram-nos agora um Carnaval que já faz parte do passado.

A “ Severa” num carro alegórico imaginado pelo nosso amigo Luís Furtado passeou-se pelo recinto entre sambas e corridinhos chamando a atenção para a nossa canção nacional.

É Quarta-Feira de Cinzas e segundo o calendário religioso entrámos na Quaresma.

Daqui a quarenta dias, Loulé rejubila de novo ao som da Banda “Artistas de Minerva “

que irá buscar ao Cerro da Piedade a Padroeira da Louletania, Nª Sª da Piedade.

Texto: Palma

ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº

QUARTA FEIRA DE CINZAS

Toda a terra está envolta nas neblinas
e a friagem se difunde pelo espaço…
– longe se ouve, em cadência, passo a passo
o caminhar dos boêmios nas esquinas…

Pela sombra – as estrelas pequeninas
com sono, tem o olhar nevoento e baço…
No silêncio da noite ouço o compasso
do sereno a pingar das serpentinas…

Algum bando tardio passa adiante
– e deixa pela noite uma batida
de samba em agonia – estrebuchante…

Quarta-feira de cinzas já amanhece,
– mais outro carnaval em minha vida,
vida que há muito um carnaval parece!…

Jorge Araújo Jorge – Poeta brasileiro

7 comentários a “PARA TUDO ACABAR NA QUARTA FEIRA………

  1. Alguém me poderá dizer porque os carros eram tão fracos ? Pouca verba ?
    Havia realmente um ou outro com enchimento engraçados mas faltava ali qualquer coisa. Em época de crise as comissões de festas também se encolhem. Ainda bem que a Terça -Feira deu uma boca casa. A fama deste Carnaval de mais de cem anos ajuda a trazer visitantes mesmo a fazer-se Carnaval em cada esquina .
    Que para o ano seja melhor. Goncinha

  2. O tempo não esteve convidativo para assistir ao desfile. Espero bem que melhore para o ano já que o entusiasmo do pessoal não foi por aí além. O carro dedicado aos fadistas estava bonito mas um pouco simples. Não gosto de ver ali aquele motor ou lá o que é à vista. Podia estar disfarçado. Há pequenos pormenores que não parecendo importantes, são, para quem gosta de observar no global. Uma Boa Quaresma.

  3. Li no Blog Sebastião este comentário e acho que vem a propósito deste post.
    Todo o Carnaval é estúpido, mas o nosso ainda consegue ser o menos estúpido possível!
    Dos carros que circularam, 10 eram novos; os 3 restantes deveram-se à “crise”…
    Segundo um amigo me disse, foram desenhados 16 carros, de entre outros, foram abolidos carros como o “Moulin Rouge”, o “Circo”, a “Tourada”, o “Cinema”, e o “Festival das Cançanitas”… É a crise meus amigos, é a crise!!!

  4. Goncinha e Diva: O tempo só ajudou na terça-feira o que já não foi nada mau pois o boletim do tempo previa muita chuva o que afinal não sucedeu. Depois de tanto dinheiro gasto e trabalho dispendido seria triste que não se fizesse corso no último dia. Os carros são o que são. E como sempre há uns melhores do que outros.
    Não são todos do mesmo autor e também são menos. Tenho muita pena que os carros a que se refere o Rei Momo não tenham sido feitos pois aqueles temas eram de certeza os melhores para enriquecer estas Batalhas de Flores de 2010. Aguarde-se pelo ano que vem. Palma

  5. Bom dia Palma, acabaram-se as férias e são para esquecer… a Ilha está cada vez mais deteriorada onde todos mandam e ninguém se entende, onde todos são artesãos de primeira, e quando alguém chama a atenção para os erros é apelidado de só dizer mal de tudo e de todos, quando na realidade, o turista, amigo dos “indígenas” locais, (que defende um turismo de qualidade pra Ilha), apenas diz mal daquilo que está mal… quando acontece apontar o erro chego a ouvir… “caga nisso, ninguém repara”, pois é, o problema é o eu reparar e como eu, muitos mais repararão, e assim se vai vendendo gato por lebre e tenho a certeza que o Presidente da Ilha paga para ter um turismo de qualidade. Muito mais havia a dizer, mas… \\\ Este vosso Carnaval foi em parte estragado pelo mau tempo, na Ilha não esteve melhor… segundo um “amigo” o carro aqui apresentado teve a sua intervenção, pintando os azulejos, desenhando o gradeamento e mandando reproduzir o quadro do Malhoa, o que lá queriam colocar era de uma pobreza franciscana que só visto, houve mais reparos mas nem todos foram corrigidos… “não faz mal, ninguém repara”… haja paciência, acontece é que o “meu amigo”, está quase a perde-la. Inté. L.F.

  6. Caro Luis Furtado: O seu trabalho de muitos anos é sempre apreciado por quem conhece. Acontece é que às vezes o mesmo pode ser deturpado e feito de outra maneira o que geralmente não agrada ao autor. Também é verdade que grande maioria das pessoas não se apercebem disso pois quem está por dentro e conhece as maquetas sente mais as diferenças.
    Uma coisa é certa. Os carros que foram excluídos da lista teriam sido sucesso pois esses temas eram de grande impacto. Paciência. Quem manda manda. O tema escolhido para o Carnaval deste ano era na verdade um tema com pano para mangas como se costuma dizer. O que aconteceu é que ficou ali uma « caldeirada» que levava as pessoas a interrogar-se sobre essa misturada toda. Enfim… o amigo não é culpado pois não é dono do Carnaval. Apenas dá a sua arte e o seu saber. Aguardemos por melhores dias. Abraço – Palma

  7. Acho que a desculpa da crise para a Câmara de Loulé é uma falsa desculpa já que esta é a mais rica do Algarve graças aos impostos que recebe de Quarteira, Vilamoura, Quinta do Lago e Vale do Lobo especialmente. Qualquer Cãmara com este poder monetário fazia um Carnaval de nível internacional. Assim..lá vamos cantando com as brasileiras. Uma nora positiva é que se ouviu música portuguesa coisa que há muito estava arredada.
    Vivina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *