PROIBIÇÕES DE OUTROS TEMPOS – 1

Durante algumas semanas vamos falar de proibições de outros tempos. Lógicamente que nos

referimos a leis, regulamentos e obrigações, do Portugal anterior à chegada da Democracia, ou seja, até 24 de Abril de 1974.

É bem verdade que tudo isto, à luz dos tempos de agora, nos parece quase impossível de ter acontecido, nomeadamente aos que não conheceram os quarenta anos de regime sob a batuta do Professor António de Oliveira Salazar.

E começamos pelo célebre « lápiz azul» tão utilizado pela censura durante esse período.

A imagem que apresentamos trata-se de uma foto de publicidade a um filme da época e em que a jovem à vista, não estaria decentemente vestida nem em pose correcta para anunciar um filme da altura. Assim levou com o respectivo carimbo do censor de serviço.

Do livro com o título: “ Proibido”, de António Costa Santos transcrevemos algumas linhas a propósito do tema de hoje:

“ Os censores da Comissão de Exame e Classificação de Espectáculos davam em ofício as suas razões para a proibição de certos filmes importados. Uns,não podiam simplesmente ser exibidos. Outros podiam passar nas telas, se sofressem alguns cortes indicados. As mutilações impostas, por vezes, tornavam a história incompreensível, mas isso não era problema de quem opinava. Os distribuidores deviam decidir se ainda valia a pena exibir as películas depois dos cortes. Era também obrigatório fazer visionar os filmes já legendados e as legendas eram censuradas. Claro que as várias cópias para exibição só eram todas legendadas, depois da aprovação da censura. “

Palma

Foto gentilmente cedida pelo nosso caro amigo Luis Furtado.

7 comentários a “PROIBIÇÕES DE OUTROS TEMPOS – 1

  1. Era a parolice total. Os censores não passavam de gente frustrada e alguns uns libertinos de primeira apanha.

  2. Palavras que a censura não deixava passar antes do 25 de Abril de 1974

    Guerra Colonial, colónias, colonialismo, imperialismo, racismo, presos políticos, partido político (sobretudo do Partido Comunista Português), marxismo-leninismo, revolução progressista, amnistia, 1º de Maio, luta de classes, clandestino, Intersindical, proletariado, estudantes e operários, contradições, democracia, liberdade, greve, reivindicações, assembleia sindical, plenário estudantil, associação de estudantes, emigrantes, cooperativas, deserções das Forças Armadas, crise, aumento de preços, fraude, corrupção, PIDE e DGS, poluição, suicídio, mendigo e mendicidade, vadiagem, bairro da lata, barracas, fome, miséria, bruxas, aborto, homossexual, nudismo, violação, pedófilo, ifanticida, delinquente menor, droga, estupefacientes, morte por overdose, prostituta, hippies, epidemia, cólera, febre amarela, tifo, relações sexuais e «grosserias» como «sacanice» … Também não passavam na censura, ou seja eram cortadas, as peças jornalisticas que fossem entendidadas como veiculando críticas às políticas governamentais, contivessem o nome de algum intelectual «maldito» ou de um dirigente de qualquer partido ou movimento da oposição ou se referissem a actos de desrespeito por uma autoridade, fosse qual fosse, incluindo árbitros de futebol, a protestos contra outros regimes autoritários, acções feministas, mortes na Guerra Colonial, apelos à reposição das liberdades, actuação dos Serviços de Censura, estatísticas sobre o custo de vida, movimentos de contestação no âmbito da Igreja e despesas com armamento.

    Visão

  3. Enquanto hoje até há professoras que se despem para a Playboy em poses lascivas, a nossa jovem taitiana (?) da fotografia foi reprovada apenas por ter as perninhas levemente levantadas para cima numa atitude altamente porno lol e ainda por cima descalça. Uma vergonha.

  4. Viva Palma; mesmo que queira dizer algo mais sobre a foto, não me ocorre… estas fotos podem considerar-se raras nas nossas mãos, geralmente, depois de visionadas e censuradas, iam para as distribuidoras que, ou eram destruídas, ou arquivadas… pena tenho, só ter as duas que o Palma conhece… nesta, o censor, ficou foi com ciúmes da asiática, não por ela estar meia despida, (no caso dele, deve ter-lhe regalado a vista), mas sim por ela estar ao telefone a convidar alguém para algum farrabódó,rsrs… não me lembro do nome do filme, a foto, guardo-a à mais de 45 anos. \\ Esclarecimento; as manchas que se vêem, não foi “censura” do Palma, está assim no original,rsrs. \\\ As cartas já chegaram? Inté. L.F.

  5. Luís: Ora aqui está mais um documento muito interessante, principalmente para a malta mais jovem que não faz a mínima ideia do que foi a censura, já que hoje esta jovem da foto não passaria de um anjinho sem asas. rsss.a quem se calhar ninguém ligaria….\\ Alguns destes censores deviam ter boas colecções de artistas
    de cinema da época, para mostrar aos amigos em sessões particulares.\\\ As 11 cartas/documentos de várias partes do mundo sem censura já chegaram. E chegaram muito bem. Abraço – Palma

  6. I’d have to verify with you here. Which is not one thing I usually do! I enjoy studying a put up that can make individuals think. Also, thanks for allowing me to remark!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *