Recordando Ginger Rogers

Quem ainda hoje gosta de visionar os filmes de Fred Astaire encontra em muitos deles uma bailarina prodigiosa de nome Ginger Rogers. Este famoso par que encantou cinéfilos do mundo inteiro nas décadas de 30 e 40 continua a fazê-lo hoje, graças às novas tecnologias , neste caso o Dvd.

Conta-se que o nome Ginger surgiu quando em menina, uma sua prima mais nova, não sabendo dizer Virginia a chamava por Ginja.

Ginger Rogers teve como grande incitadora da sua carreira, a própria mãe que a apoiou sempre nos bons e maus momentos. Aos 15 anos já trabalhava em vaudevilles mas foi aos 19 anos que a nossa estrela se estreou em Hollywood no filme “ Inconstância “, produzido pela Paramount.

Mas foi apenas na década de trinta que conheceu Fred Astaire e com ele rodou grandes filmes musicais que ficaram para a história do cinema.

Em 1941 recebeu o Óscar de melhor Actriz pela sua interpretação dramática no filme “Kitty Foyle”. Casou-se cinco vezes e trabalhou em Hollywood até 1971, tendo interpretado durante a sua carreira grandes papéis em cerca de um centena de filmes entre comédias, musicais e dramas.

Ginger Rogers faleceu no dia 25 de Abril de 1995, de insuficiência cardíaca congestiva, aos 83 anos de idade.
Foto: Ginger Rogers numa fotografia original obtida em 1945 sendo seu autor o fotógrafo

John Miehle.


 

3 comentários a “Recordando Ginger Rogers

  1. Filmes fantásticos os deste para inconfundível. Tenho em casa três filmes deles que nunca me canso de ver. Boa noite

  2. Lindissima foto. Se calhar hoje nos Estúdios não as tiram com esta categoria. Manel

  3. Adoro os anos vinte , trinta… quarenta apesar de não os ter vivido. É verdade que esta foto com o autógrafo da Ginger Rogers está divinal. Bons teatros por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *