S O B R E V I V E U !

B. Bardot em foto autografada

Estamos em finais de mais um Verao altura de nos lembrarmos dessa peça de banho que tanta celeuma causou quando do seu aparecimento. Em 1946 quando o engenheiro francês Louis Réard o lançou, ninguém na época pensou que o BIKINI , “ o traje de banho mais pequeno do mundo “ sobreviviría depois da sua condenação pelo Papa Pio XII e da sua proibição total em Itália, Portugal e Espanha.
«««« Nenhuma celebridade da época quis participar no seu lançamento além de uma bailarina de casino.
«««« Mas nos anos sessenta, tempo de revolução musical e
de novas vestimentas, nomes como Ursula Andress, Brigitte ou mesmo Rachel Welch passaram a ser vistas no cinema e nas capas de revistas com belos exemplares do tal escandaloso fato de banho.
«««« Daí para cá o Bikini sofreu já tantas transformações e reduções que muitas vezes pensamos se aquilo ainda são os ditos ou apenas as linhas com que foram feitos.
«««« Sessenta e quatro anos depois, pelo menos no Ocidente, já não há moral que se preocupe com tão pequena peça de vestuário.
«««« Viva então o sexagenário  B i k i n i !

– Palma –

8 comentários a “S O B R E V I V E U !

  1. Naquela altura BB era considerada uma mulher sem pudor pelos meios mais conservadores. Quem se atreveria hoje chamar de rameira a uma qualquer mulher das nossas praias ? Tudo muda e depressa. Judite Gable

  2. A moral parece que mudou muito nestes anos.Os bons costumes, idem.
    O que parece hoje 24 hora depois
    parece outra coisa. Também a Brigite Bardott apesar de defender os animaizinhos tornou-se numa feroz
    racista. E com muitas rugas. Viva pois o Bikini, que nos alegra os olhos quando as donas dele bonitas são.

  3. Encontrei no Jornal de Noticias algo interessante relacionado com esta peça que revolucionou a forma de as mulheres andarem nas praias.
    “O modelo de um fato-de-banho reduzido e composto por duas peças foi criado pelo engenheiro mecânico francês Louis Réard e apresentado ao Mundo cinco dias depois da detonação da primeira bomba atómica dos Estados Unidos no atol de Bikini, no Oceano Pacífico, em 1946. Contudo, meses antes, o estilista Jacques Heim já havia anunciado a criação do menor traje de banho do Mundo, curiosamente, baptizado com nome alusivo à catástrofe nuclear – “atome”.

    Na época, Réard não conseguiu convencer nenhuma manequim a desfilar o modelo, pelo que a sua apresentação foi feita por Micheline Bernardini, uma ‘strip teaser’ do Cassino de Paris. “O biquini é a coisa mais importante que surgiu desde a invenção da bomba atómica”, declarou no final dos anos 40, Diana Vreeland, editora das revistas de moda “Vogue” e “Harper’s Bazaar”.

    Perante o modelo escandaloso que atentava contra os padrões sóbrios nos momentos finais da II Grande Guerra, o Papa Pio XII chegou mesmo a ordenar a sua proibição. Obviamente, não resultou. E, na década de 50, a actriz Brigitte Bardot assumia mediaticamente o entusiasmo que as francesas nutriam pelo traje estival.

    Hoje, com a ampla divulgação do modelo tanga, nascido no Brasil nos anos 60, e do modelo de fio dental, oriundo do mesmo país nos anos 80, o biquini seria considerado demasiado grande. Contudo, o ‘design’ é retomado por muitos estilistas contemporâneos.

    O corte e estampados que parecem nunca sair de moda são os evocativos da década de 60. Foi nessa época que o biquini foi celebrizado no cinema pela actriz Ursula Andress, no primeiro filme da saga James Bond, “O Sâtanico Dr. No”.

    Nos anos ‘hippie chique’, na década de 70, a inovação prendeu-se com a combinação de peças que, aparentemente, não poderiam associar-se. Nos 80, veio a lycra e o abuso das cores fortes e, nos 90, o factor confortável dominou.” Maria Lucia

  4. Bom dia Palma; que bela sardinhita para o meu gatito que agora até deu em não comer, inclusive, até se assusta e assanha-se ao aproximar-se dela fugindo e escondendo-se horas a fio… já aconteceu algo parecido com a sua gatita? Tenho que leva-lo ao veterinário para lhe abrir o apetite, uma sardinhita destas, e nesta época, não se pode deitar fora,rsrs. Nos dias de hoje em Dublin, na Giórgia, o Presidente da Câmara impôs a proibição de se usar calças descaídas que mostrem o fio dental o que ele associa a fornicação, masturbação, ou a urinar em público, multa 200 dólares… não permite mais que 3 centímetros de pele à mostra ou de uma peça interior. Cada terra com seu uso, cada corpo com o seu fio dental,rsrs. A galinha pôs ovo, pequenino mas pôs, deve ser da Índia, vou leva-lo à tasca da assembleia para ser cozinhado, eles têm lá alta cozinha = baixa política,rsrs. Inté. L.F.

  5. Uma coisa temos que concordar, a BB era linda e escultural sem plásticas nem botoxes … quanto ao bikini, não só ficou como reduziu, e em certas altura evapora … e quem paga é o gato do Luis … Bom fim de semana louletania e em especial aos meus 3 amigos conquilheiros . Abraço

  6. Judite, Lito, Maria Lucia obrigado pelas vossas primeiras visitas. Louletania continua uma sala aberta para quem vem de longe ou mesmo de perto. Palma

  7. Luis Furtado: ´E um caso de veterinário esse de um gatito recusar uma bela sardinha.Quem sabe se n poderá ser coisa de amor n. correspondido……..\\\\ Essa das proibições … num tempo em que já se mostrou tudo….rssss. Infelizmente ainda há paises onde existem proibições …
    do arco da velha….\\Afinal eu tinha razão… a galinhita pouco a pouco vai abrindo o rabiosque……\\ Abraço – Palma

  8. Cara Lila: Verdade verdadinha que a BB era escultural. Mas o tempo n perdoa e fez dela o caneco que conhecemos. A Natureza sempre implacavel para cada um de nos. \\ Quanto as conquilhas espero que um dia destes apareçam mais…….. Juntemo-nos conquilheiros….. Ahhhh….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *