Sexta Feira da Paixão

Da eternidade, tu és, sobre tua cruz manchada de sangue, mais majestoso e mais soberbo que mil reis com mil tronos e mil reinos.E tu és, entre a agonia e a morte, mais poderoso e mais temível que mil generais com mil exércitos e mil troféus.Tu és, na tua melancolia, mais alegre que a primavera com suas flores.Tu és, nas tuas dores, mais sereno que os anjos em seu paraíso.Tu és na mão dos carrascos, mais livre que a luz do sol.A coroa de espinhos em tua cabeça mais formosa e mais augusta que a coroa de Buhram, e o prego na palma de tua mão é mais imponente que o ceptro de Muchtary. E as gotas de sangue que correm em teus pés são mais brilhantes que as jóias de Astarté. Perdoa, pois, a esses fracos que se lamentam sobre ti, em vez de se lamentarem sobre si mesmos.Perdoa-lhes porque não sabem que venceste a morte pela morte, e deste vida aos que estão nos túmulos.” Khalil Gibran, (Tirado do livro Parábolas) ………………………………………………………………………………
As velhas tradições da Semana Santa tal como outras, estão desaparecendo lentamente por variados motivos. Loulé também foi terra de grandes procissões nesta semana há umas dezenas de anos atrás. Hoje os célebres andores  das procissões de quinta e sexta feira santas já não saem  e mesmo algumas dessas imagens que percorriam as ruas da cidade seguidas por multidões,  estão hoje recolhidos  sem qualquer  destaque  nos templos donde saíam.
Esta tarde ao passar pela Vila alentejana de Nisa deparei-me com um pequeno templo onde se faziam os preparativos para o  «Enterro do Senhor » nesta noite de sexta feira santa, sobre o olhar  admirado de duas ou três crianças e a devoção de algumas senhoras idosas.
—- Imagem : captada na tarde de hoje na Vila de Nisa durante a preparação para a procissão desta noite.

4 comentários a “Sexta Feira da Paixão

  1. Kalil Gibran é um escritor majestoso. Este texto prova-o. Aconselho-os a ler «Parábolas». Boa e Feliz Páscoa . Olive

  2. Adormeci na cruz e por tua causa a lança penetrou no meu lado, como Eva surgiu do teu ao adormeceres no paraíso. Meu lado curou a dor do teu lado. Meu sono vai arrancar-te do sono da morte. Minha lança deteve a lança que estava dirigida contra ti.

  3. Fui quando era miúdo grande acompanhante das procissões da minha paróquia. Hoje nada daquilo é feito o que prova que muita coisa mudou na sociedade. Tradições antigas que foram desaparecendo e neste caso por culpa dos homens da igreja. Afastaram o pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *