Uma das mais velhas fotos da Terra de Loulé !

Segundo o estudioso louletano Engº Luis Guerreiro, esta será uma das mais antigas fotografias de Loulé. Data de 1880 e foi publicada no “ Algarve ilustrado de 15 de Novembro de 1880. Será uma das únicas ou quem sabe até a única, onde aparece o Cemitério Velho (Portada à esquerda) e que ali (Rocio) existiu entre 1580 até à segunda década do século XX.

Antes do Cemitério Velho houve de facto outro cemitério que o povo designa por «cemitério antigo» que se localizava em volta da igreja e o Jardim dos Amuados. Isto aconteceu entre 1835 e 1850. Para além das polémicas que surgiram(antes os enterramentos eram feitos no interior da igreja) rápidamente se esgotou a sua capacidade — média anual de enterramentos de 250 a 260 pessoas.

Só mais tarde seria construído por cima da muralha que se vê na foto…o mais conhecido jardim de Loulé. O Jardim dos Amuados.

 

Agradecimentos ao Luís Guerreiro pela cedência gentil destes dados assim como da foto.

11 comentários a “Uma das mais velhas fotos da Terra de Loulé !

  1. Cento e trinta e dois anos nos separanm desta fotografia maginifica da nossa vila de Loule.

  2. Ouvi os meus avós falarem nesee cemitério situado à esquerda em baixo , na foto ms acho que eram muito pequeninos na altura pois não referiam bem o lugar. É uma excelente fotografia para a história local.

  3. Não se vê alam nesta foto. Parece uma terra abandonada. Como seria a vida das pessoas ali há 130 anos ? Gostei muito.

  4. Há muitos anos que não vou à minha terra. Abraço grande para essa gente.

  5. è mesmo uma foto de se lhe tirar o chapeu. Muito daquilo que ali se viu já desapareceu por completo.

  6. É bem possível que seja a única…mais antiga. Quem a teria tirado ?

  7. Saber que essa foto tem mais de cem anos. Quem residiria naquelas casinhas ?

  8. Uma fotografia que vale mil páginas de texto escrito; um precioso documento. Obrigado ao Eng.º Luís Guerreiro.

  9. Se pudessemos voltar atrás como seriam os dias passados em Loulé nesta altura ?

  10. Que grande foto. Conhece-se ali o antigo cemitério há muito desaparecido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *