UMA LOULETANA…… SENHORA DOS MARES !

Em 1957, já o pai ia para o mar com um equipamento de mergulho comprado em Marselha, Margarida Farrajota tinha 8 anos e direito a acompanhá-lo, de máscara, barbatanas e tubo. Três anos depois, usava uma garrafa de ar comprimido de oito litros para conseguir aguentar mais tempo debaixo de água.

Quando veio para Lisboa licenciar-se em Economia, tirou, naturalmente, o curso de mergulho, no Centro Português de Actividades Subaquáticas, do qual se tornaria presidente, e desde logo integrou expedições ao longo da costa portuguesa e nas ex-colónias. Foi no fundão de Troia que participou nas missões pioneiras de arqueologia subaquática em Portugal,iniciadas pelo Centro. De lá são algumas das relíquias que mais a marcaram. « Era uma emoção encontrar uma peça com dois mil anos, inteira» recorda. Daí foi também retirada a maior colecção de ânforas do País e o mais espantoso conjunto de artefactos romanos pertencentes ao complexo industrial de Troia. E, no entanto, as condições de trabalho não eram as melhores.« Aterrávamos no lodo, completamente às escuras, e pelo tacto íamos vendo o que havia à nossa volta. Se fosse duro, era caco romano, com certeza! »

Aos 63 anos Margarida Farrajota continua a mergulhar. Diz que o fundo mais bonito que conhece está no Sudão, quase na fronteira com a Eritreia. « O paraíso subaquático é ali. Entramos na água e esquecemos que a terra existe »

…….. E acredita que ainda tem muito para explorar: « Gostava de mergulhar na Antártida,debaixo do gelo».

 

Fonte : Parte do artigo de autoria de Nádia Franquinho in Revista Visão.

13 comentários a “UMA LOULETANA…… SENHORA DOS MARES !

  1. Parabéns à Catarina Farrajota pela coragem demonstrada ao longo destes anos. Uma heroína portuguesa dos sete mares. Rui

  2. Admiro profundamente as pessoas como Mrgarida que se atrwvem a ir a lugares que jamais a maioria de nós teria coragem. Que continue por muitos anos. Rosy

  3. Também fuiem tempos amador dessas artes….depois os anitos trouxeram-me outros gostos e também dificuldades. Parabéns à louletana Mrgarida Farrajota.

  4. Parabéns à senhora pela sua audácia e interesse pelos fundos dos mares, já que eu sempre fui um assustadinho com as águas profundas.

  5. Não conheço a Senhora mas envio desde já os meus parabéns pela sua coragem e audácia. Galgo

  6. Nâo sabia que havia uma louletana tão corajosa e conhec edora das profundezas dos mares. Parabéns.

  7. Nunca consegui mergulhar pois nunca venci o medo. Ainda bem que hoje há piscinas por todo o lado, escolas de natação e tudo isso. No meu tempo apenas uns tanques onde a malta aprendia…e era os que aprendiam.

  8. Também gostaria de ter essa coragem. Mas a minha fobia de olhar a extensão do mar não me deixa. Helena

  9. Eu que não tenho coragem para nadar vinte metrios em frente admiro muito estas pessoas que parecem não ter receio algum de ir às profundezas marítimas. Parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *