VAMOS A BANHOS ?

Foto obtida em 1923 algures no Sul de França

Praia de Quarteira finais dos anos 5o - Foto cedida por Luís Guerreiro

Oficialmente abriu hoje a época balnear /2010. Habitualmente ela abre para muita gente, pelo menos aqui no nosso Algarve , às vezes em Março ou Abril. Mas este ano o inverno foi rigoroso e só agora o calor chegou.

A pequena fotografia que hoje aqui apresentamos foi obtida num Domingo de Verão nos idos anos cinquenta do século passado, na então Praia dos Pescadores de Quarteira .

É evidente que pela forma como vestiam as raparigas e os a rapazes, nunca poderia ser uma imagem obtida agora ou há poucos anos atrás. Aqueles vestidos compridos que elas ostentavam e os calções deles, acima do umbigo, não esquecendo nunca a camisola de interior, eram o permitido pela moral e os bons costumes da época. Sim, porque bons costumes….. não faltavam naqueles tempos.
Também é verdade que hoje, depois de termos passado pelo fio dental, bikini e monokini os homens já usam de novo calções abaixo do joelho. Não porque tivesse saído alguma disposição camarária ou governamental que o exigisse, mas porque lá pelas Américas alguém se lembrou de lançar o calção circense, ou seja o calção que os palhaços na nossa infância usavam nos espectáculos e que nos faziam rir pelo ridículo da vestimenta.
Mas de qualquer modo como neste espaço de tempo entre os anos cinquenta e os de dois mil, já se usou de tudo, se você tiver lá por casa uns antigos calções dos tais que chegavam quase ao pescoço pode usá-los sem receio, num destes domingos em qualquer das nossas praias da Louletania.
Certamente a maioria dos veraneantes nem sequer vai reparar, tão confusos eles estão quanto ao que se usa actualmente. Tudo afinal está na Moda ! Vamos a Banhos ?
Palma

9 comentários a “VAMOS A BANHOS ?

  1. Tempo de falsos puritanismos. Nas costas faziam pior ou tanto como hoje. George

  2. Belas moças que estão aí na frente, na foto. Hoje certamente se forem vivas devem estar perto dos cem. As voltas que todos damos…

  3. Com o calor que aí está estou a ver muita gente a vir por aí abaixo à procura de uns bons banhos. E fazem bem. Eu é que já não aprecio como antigamente tardes infindas de calor.
    Moller

  4. Há mar e mar, marés, banhistas, amores e poemas.
    Espero que gostem do que escolhi.

    Não Fora o Mar!

    Não fora o mar,
    e eu seria feliz na minha rua,
    neste primeiro andar da minha casa
    a ver, de dia, o sol, de noite a lua,
    calada, quieta, sem um golpe de asa.

    Não fora o mar,
    e seriam contados os meus passos,
    tantos para viver, para morrer,
    tantos os movimentos dos meus braços,
    pequena angústia, pequeno prazer.

    Não fora o mar,
    e os seus sonhos seriam sem violência
    como irisadas bolas de sabão,
    efémero cristal, branca aparência,
    e o resto — pingos de água em minha mão.

    Não fora o mar,
    e este cruel desejo de aventura
    seria vaga música ao sol pôr
    nem sequer brasa viva, queimadura,
    pouco mais que o perfume duma flor.

    Não fora o mar
    e o longo apelo, o canto da sereia,
    apenas ilusão, miragem,
    breve canção, passo breve na areia,
    desejo balbuciante de viagem.

    Não fora o mar
    e, resignada, em vez de olhar os astros
    tudo o que é alto, inacessível, fundo,
    cimos, castelos, torres, nuvens, mastros,
    iria de olhos baixos pelo mundo.

    Não fora o mar
    e o meu canto seria flor e mel,
    asa de borboleta, rouxinol,
    e não rude halali, garra cruel,
    Águia Real que desafia o sol.

    Não fora o mar
    e este potro selvagem, sem arção,
    crinas ao vento, com arreio,
    meu altivo, indomável coração,

    Não fora o mar
    e comeria à mão,
    não fora o mar
    e aceitaria o freio.

    Fernanda de Castro, in “Trinta e Nove Poemas”

  5. Com ou sem calções desta época, desconfio que o Palma foi a banhos… ou é por outro motivo?… cuidado com as praias não vigiadas ou com as arribas,rsrs. A “carta” já chegou?… esta dos fins de semana prolongados… Inté. L.F.

  6. Afinal já só faltam dois meses….Abril e Maio…e a seguir o Algarve enche-se de gente….assim esperamos.A provincia está bem precisada de movimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *